sexta-feira, 15 de junho de 2012

Outro mundo, mas o mesmo


Quem criou a franqueza deve ser fraco
Esse mundo não entende a realidade
Há pesar nos humanos
Apesar das bobeiras do relativismo
O real é algo no qual se imagina
Enquanto o tempo se evapora
Tentando se parecer com o agora
No entanto estando longe
Admirável desencontro
Mesmo sem tempo tudo passa


A.A>

Nenhum comentário:

Postar um comentário