quinta-feira, 27 de maio de 2010

Ester doce

Nenhuma lista existe pra medir deméritos,
solitária é a vida pra escapar e maquinar.
Prever o lapso de destruição interno,
não me parece ser nada de mais.

Não é nada demais,
sentir alguém partir seu coração.
Inventamos moda e cinema a cartaz,
Mas não conseguimos fugir para essa outra dimensão.

Enquanto meus calcanhares doem,
apenas de estar só e doce a tona no viver,
me parecendo com algo suave e triste;
Já imaginou alguém descalço no paraíso?

20/10/2007

A.A>

Um comentário:

  1. Olá, Arezi.
    Pois é.Recomendações de Katiana p/ visitar seu myspace.[ela sabe que curto quem toca viola e tals.]
    E sim, fica a vontade para visitar a "minha" página, ler, falar, só olhar, negar, aceitar...ou coisa que o valha!..rs, tudo é válido.
    .
    .
    E a propósito realmente não é nada demais sentir alguém partir seu coração. Talvez pior seja, ser carregado dentro sem que o outro perceba o pulsar. "Ar p/ respirAR..!"
    Luz.

    ResponderExcluir