segunda-feira, 13 de julho de 2015

Melancholia (Mélaskholè)

Você não sente nada?
Como se cada gota de prazer tivesse sido drenada de sua vida
Amanhãs como sinônimos de desesperos
Ou qualquer outra coisa inútil                                                                                           
De repente você se vê recluso
Quase como que satisfeito por não servir a nada
Mesmo que batam à sua janela
Exigindo satisfações sobre o que deixou de fazer
Para não fazer
Enquanto poderia ter feito
Faz com a imaginação
Sem força de vontade
Abominando a realidade que cai em volta
Você acaba culpando o ranger das portas da casa?
Procurando antipissicóticos e desculpas cada vez mais fortes
Muitas vezes sem nem mesmo saber ao certo se é noite ou dia
Se faz chuva ou tem sol
Você sente um terrível frio que ataca os ossos?
Praticamente só de pensar em ser por ser
Mais um
Cansado de promessas
Cheio de dívidas
Sem dúvidas
Você é daqueles que se esguia da raiva e se entrega à melancolia?
Esperando que alguém lhe diga logo
A hora da morte
Sendo que ela já aconteceu
Agora mesmo.



 A.A>

Nenhum comentário:

Postar um comentário