sábado, 21 de abril de 2012

Começo de um Romance

"- Eu te amo!"
 Palavras não ofendem se são omitidas, e doces são as mentiras inventadas para salvar o coração. Só se deve perdoar o arrependimento verdadeiro, e tão somente quando o perdão souber surgir de um olhar absolvido de culpa e de má vontade. Pois na hora em que os ouvidos são intimamente tocados pelo silêncio gritante de duas razões, o lado mais fraco morre aos poucos mais rapidamente e solitário – apesar de acompanhado. E simples assim o é; só existe uma solução para os desentendimentos acerca do amor. As coisas do mundo tornaram difícil de se ver que o amor só dá certo quando se ama.

 

A.A>

Nenhum comentário:

Postar um comentário